21/09/18 18:26

Incentivo à preservação

Alunos aprenderam sobre preservação da flora e receberam mudas de plantas ornamentais em Garuva-SC

O dia da árvore para a Arteris Litoral Sul é também um dia de incentivo a preservação do Meio Ambiente. E justamente por isso a concessionária promoveu ao longo desta sexta-feira ações de conscientização em Garuva-SC, e nas cinco praças de pedágio do trecho sob concessão, entre Curitiba e Palhoça, com palestra para estudantes, e entrega de 15 mil “vasinhos mágicos” com semente de Gipsofila – planta com flores muito utilizadas em decorações.

O dia começou a visita da equipe de Meio Ambiente e Sustentabilidade da concessionária na Escola Ernesto Alberto Hattenhauer de Garuva, que é atendida pelo programa Viva Meio Ambiente Arteris. Os alunos do 1º ao 5º ano assistiram a palestra sobre preservação da flora e fauna e receberam mudas de plantas ornamentais. “Esta escola está em uma área rural e as crianças naturalmente já estão mais próximas de áreas arborizadas. Por isso eles se sentiram muito à vontade para também compartilhar histórias de vivência junto à natureza”, comenta Morgana Lopes, analista de sustentabilidade.

Já quem passou pelas praças da concessionária foi surpreendido com a entrega de 15 mil “vasinhos mágicos” com semente de Gipsofila. O vasinho mágico precisa ser colocado num frasco com água para ganhar forma até sete vezes maior do que a original. Na sequência, a etiqueta que acompanha o vasinho deve ser picotada e plantada no centro do vaso – ela contém sementes, que associadas aos nutrientes do vasinho irão se transformar em uma planta Gipsofila. A iniciativa tem o objetivo de estimular nas pessoas o hábito do plantio e cuidado com as plantas.

Cuidado que a Arteris Litoral Sul demonstra com as árvores a partir do monitoramento dos 356 quilômetros sob concessão, na região entre Curitiba-PR e Florianópolis-SC. Região que conta com importantes áreas ambientais, incluindo trechos da faixa de domínio das rodovias concedidas, como as áreas de preservação ambiental, como as de Guaratuba-PR, Iraí, a Floresta Metropolitana de Curitiba e o Parque da Serra do Tabuleiro em Santa Catarina.

Além do trabalho de monitoração 24h, a concessionária realiza estudo ambiental prévio para realização de obras, como forma de minimizar ao máximo o impacto sobre o meio ambiente, incluindo ações mitigadoras como o transplante de espécies ameaçadas de extinção, além do plantio compensatório quando necessário.

Somente no Criadouro Onça Pintada, em Campinha Grand do Sul-PR, a concessionária monitora o desenvolvimento de aproximadamente 7 mil mudas de árvores plantadas há três anos, incluindo mudas de araucárias, canelas sassafrás, imbuias e palmito. “A preservação da flora é uma prioridade da Arteris que se evidencia no nosso cuidado principalmente nos estudos ambientais realizados antes das obras. Dessa forma podemos sempre utilizar as melhores alternativas tecnológicas para minimizar eventuais impactos”, explica Sadek Rafeh, coordenador de meio ambiente da Litoral Sul.